Pyzam Glitter Text Maker

Glitter Graphics Maker & MySpace Layouts



"Quanto mais do mundo vi, menos pude moldar-me à sua maneira."

(Jean-Jacques Rousseau)

sábado, 24 de janeiro de 2009

Como eu ensino a Jade a fazer isso??? Será crueldade???


Bonsoir... novamente, mes amis!


Faz algum tempo, eu incluí na minha lista de vídeos no meu perfil do Orkut um onde continha uma gravação de um programa em que um PUG (eu amo essa raça) diz para a sua mãe um singelo "I love you!".



De início, achei o máximo o adorável cãozinho ter dito aquilo. Meu Deus! Fiquei imaginando todos os meus lindíssimos filhinhos falando isso pra mim... viajei total. Agora, me peguei em um pensamento: será que isso é certo?



Quando eu entro em petshops, fico vendo aquelas roupinhas para cachorro, chocolates para cachorro, brincos para cachorro, sapatinhos para cachorro, divã para cachorro, coleira de pérolas para cachorro... enfim, tudo o que seria para humanos, voltados para os nossos filhinhos. Não seria isso um erro? Não estaríamos querendo transferir nossos desejos de seres humanos para eles, que nem sabem do que se tratam os objetos que estamos colocando neles e os fazendo usar?




Acredito que muitos não pensam dessa forma: pensam que se houver um modo de eu fazer meu cachorrinho (ou meu gatinho - olá, amigas gateiras!) feliz e tiver que pagar caro por isso, por que não? Bem, o foco não é esse. Penso que nossos filhotes não vêem a menor diferença entre uma coleira de couro e outra de pérolas, entre um divã de veludo e sua caminha confortável com almofadinhas simples. Estamos imputindo em suas vidas necessidades, vaidades e futilidades de gente, não mantendo a natureza do cachorro.




Acredito que o que vale para eles é o nosso amor, carinho, afeto, atenção que temos com eles. Isso sim eles sabem como retribuir, sendo nossos companheirinhos e filhinhos. Onde fica a natureza canina quando colocamos sapatinhos neles para passear? Complicado, não é? Pensem nisso...




Abaixo, o vídeo que citei anteriormente.




Au revoir!


5 comentários:

Elaine disse...

Olá!
Eu acho que amar nossos bichinhos é muito bom e saudável, mas transferir para animais características humanas não é bom, equivale a "roubar" deles o direito de serem...animais.
Sem contar o estresse que deve gerar para o pobre bichinho horas e horas de treino para chegar a fazer essas graças.
Mas a opinião é minha, né?
Bom domingo para você e para a Jade.

Claudia Goulart disse...

Karin,
Te convido pra conhecer um pouco do Spike, no post de ontem do Cenário.
Não sei se vc pensava em apresentá-lo a Jade, é melhor se certificar quem ele ´´e de verdade!
bjs

Claudia Goulart disse...

Karin,
Uma coisa que nunca fizemos foi adestrá-lo. Quando ele foi lá pra casa se comportava muito bem, mas depois...
Sugiro que vc a adestre antes que seja tarde demais!
bjs

Elaine disse...

Querida, deixei um presentinho bloguístico lá no meu blog para você.Espero que goste.
Fica com Deus.

Tânia (Marienkäfer Laden) disse...

Oi, Karin!
Já enviei 2 e-mails pra vc e acho que vc não recebeu. Vou enviar outra vez! Bjos!